MEI: O aumento do limite de faturamento vai acontecer?

Mei O Aumento Do Limite De Faturamento Realmente Irá Acontecer - Contabilidade em Santa Catarina | Amaral Contabilidade

Compartilhe nas redes!

Quando um empreendedor abre uma empresa, lógico que seu objetivo sempre é faturar mais e mais. Mas você sabia que quando se abre uma MEI há um limite de faturamento?

Até o momento, o teto oficial é de R$ 81 mil. 

A boa notícia é que esse valor deve aumentar em 2023, aumentando a margem de crescimento dos microempreendedores individuais e com um limite de faturamento maior, o MEI vai acabar tendo mais espaço para crescer, mantendo os mesmos benefícios como impostos baixos e facilidade de gestão financeira.

Vamos ver mais sobre o assunto? Continue acompanhando a leitura deste artigo e tire todas as suas dúvidas!

Primeiro, vamos relembrar o que é o MEI?

MEI é a sigla para Microempreendedor Individual, ou seja, é o empresário que passa a ter um CNPJ, que não possui sócios e não é obrigado a ter um contador.

Para ser MEI o empresário não pode ultrapassar o limite de faturamento de R$ 81 mil no ano, ou até R$ 6.750 no mês, e ter no máximo um empregado que receba um salário-mínimo ou o piso da categoria.

Há muitas vantagens para quem é MEI:

  • Você passa a ter direito à aposentadoria;
  • Pode abrir conta bancária e tem acesso a créditos com menores taxas;
  • Tem direito a afastamento remunerado por motivos de saúde;
  • Está isento de tributos federais, como: PIS, COFINS, IPI, Imposto de Renda e CSLL;
  • Você e sua família tem acesso a Previdência Social;
  • Tem direito ao auxílio-maternidade;

Mas é preciso ficar atento, pois para ser MEI não é permitido:

  • Ter sócios ou ser titular em outra empresa
  • Ser pensionista ou servidor público
  • Ser estrangeiro sem visto permanente
  • Ser menor de 18 anos ou menos de 16 anos não emancipado
  • Ser profissional liberal que não exerce atividade empresarial, como arquiteto, advogado e psicólogo, por exemplo.

Projeto de Lei 108/2021

O Projeto de Lei Complementar 108/2021 propõe aumentar o limite de faturamento anual do MEI para R$ 144,9 mil e tem autoria do Senador Jayme Campos que inicialmente previa a mudança para R$ 130 mil, mas esse valor foi aumentado durante a tramitação.

Se for aprovado, o limite subirá consideravelmente, e além disso, outros limites empresariais serão alterados.

O faturamento da Microempresa (ME) por exemplo também subirá consideravelmente, de R$ 360 mil ao ano para R$ 869,4 mil ao ano, e o da EPP de R$ 4,8 milhões ao ano para R$ 8,7 milhões ao ano.

De um lado, o governo terá uma grande perda de arrecadação de tributos, mas por outro lado, será muito mais justo para o empreendedor, que terá uma margem muito maior para crescer e manter seus benefícios de pequena empresa.

Além do projeto do MEI aumentar o limite de faturamento, ele também prevê a elevação do limite de empregados contratados para dois, desde que eles recebam, cada um, ao menos um salário mínimo ou o piso da categoria profissional.

O que irá mudar caso esse projeto seja aprovado na câmara dos deputados?

O MEI possui o regime de tributação mais simples do país, e havendo esse aumento do limite do faturamento do MEI, pode ajudar a ampliar ainda mais o índice de formalização no mercado.

O impacto de um possível aumento do limite de faturamento será positivo, pois como está, o ganho mensal não pode ultrapassar R$ 6.750.

Especialistas acreditam que essa mudança se refletirá diretamente na redução do desemprego e na formalização do trabalho.

É muito comum hoje encontrar pessoas que se encontravam desempregadas e encontraram alguma forma de empreender e viram a possibilidade de formalização por meio da MEI de adquirirem empréstimos, ganharem mais credibilidade junto aos clientes, e outros benefícios, dos quais listamos acima.

Pensando em abrir uma MEI?

Abrir uma MEI é rápido e simples, mas primeiro é preciso que o empreendedor certifique se a atividade que ele irá desenvolver é permitida.

Depois que isso for verificado, basta fazer o cadastro por meio do Portal do Empreendedor, onde o profissional deverá preencher seu CPF e em seguida, será redirecionado para um ambiente para inserção dos dados pessoais.

Depois disso será necessário cadastrar a sua atividade principal e as secundárias, detalhar o endereço comercial e as formas de atuação.

Após essas etapas, o MEI do indivíduo estará criado e o CNPJ é emitido na hora, junto com o certificado de MEI (CCMEI) ao final do cadastro.

Pronto, sua empresa estará aberta.

O que acontece se eu ultrapassar o limite de faturamento MEI?

Se o seu negócio faturar além do limite do faturamento MEI mas o valor for menor que R$ 97.200 ou seja, até 20% mais que o limite permitido, sua empresa será enquadrada como Microempresa no próximo ano e, portanto, deixará de ser MEI.

Se isso ocorrer, a guia DAS MEI deverá ser paga normalmente até dezembro e em janeiro uma guia complementar deverá ser emitida para pagar o imposto sobre o valor excedente faturado no ano anterior. Desse momento em diante seu negócio deverá pagar os impostos como uma ME (Microempresa).

Já se o faturamento anual do MEI for maior que R$ 97.200, a empresa deverá solicitar imediatamente seu desenquadramento pelo Portal do Simples Nacional, para evitar multas e juros.

Ela poderá realizar seu enquadramento em ME ou EPP e seu regime tributário poderá continuar sendo o Simples Nacional, ou mudar para Lucro Presumido ou Lucro Real.

Aqui vale uma avaliação de uma assessoria contábil para verificar qual é a forma mais vantajosa para o seu negócio.

Ainda, se por algum motivo você não pagar a guia DAS MEI, seu CNPJ poderá ser cancelado por motivos de inadimplência, e isso ocorrerá depois de dois anos sem pagamento e você não poderá mais emitir notas fiscais.

Você também terá dificuldades na hora de conseguir algum crédito envolvendo seu CNPJ pois após o cancelamento do CNPJ estas dívidas passam para o seu CPF, na dívida ativa da União, e você passará a ser devedor e não o seu MEI. Qualquer problema ou irregularidade na contribuição também pode causar problemas com os benefícios previdenciários.

Em resumo, mantenha em dia o pagamento da sua guia MEI, para não sofrer nenhum prejuízo.

Fique por dentro de tudo e não perca nada!

Preencha seu e-mail e receba na integra os próximos posts e conteúdos!

Compartilhe nas redes:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Posts Relacionados

Dctf Tudo Que Sua Empresa Precisa Saber Dessa Declaração - Contabilidade em Santa Catarina | Amaral Contabilidade

DCTF: Tudo que sua empresa precisa saber dessa declaração!

Entender o sistema tributário brasileiro é um desafio para as empresas.  Entre as diversas obrigações, a Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais (DCTF) se destaca como um instrumento importante.  Ela não apenas reflete a transparência fiscal da sua empresa

Voce Precisa Declarar Ganhos Do Mei No Irpf - Contabilidade em Santa Catarina | Amaral Contabilidade

Você precisa declarar ganhos do MEI no IRPF? 

Com o crescimento do empreendedorismo no país, aumenta também a quantidade de pessoas que precisam entender as obrigações fiscais. Elas acompanham esse tipo empresário de ser.  Se você é MEI, pode estar se perguntando: “Preciso declarar meus ganhos no IRPF?”.

Como Aumentar Sua Restituicao - Contabilidade em Santa Catarina | Amaral Contabilidade

Como aumentar sua restituição?

Conseguir uma restituição maior no imposto de renda pode fazer uma diferença significativa no seu orçamento anual. Muitas pessoas veem esse momento com uma mistura de esperança e ansiedade, afinal, quem não gostaria de aumentar o valor da restituição?  Neste

Aprenda A Calcular O Inss Sobre O Pro Labore - Contabilidade em Santa Catarina | Amaral Contabilidade

Aprenda a calcular o INSS sobre o pró-labore

Compreender como calcular o INSS sobre o pró-labore é essencial tanto para os empresários quanto para os profissionais liberais.  Afinal, este cálculo não só garante a conformidade legal da sua empresa como também impacta diretamente na saúde financeira do seu

Imposto De Renda 2024 Tudo Que Voce Precisa Saber - Contabilidade em Santa Catarina | Amaral Contabilidade

Imposto de Renda 2024: Tudo que você precisa saber! 

O período de declaração do Imposto de Renda 2024 está se aproximando, trazendo consigo uma mistura de ansiedade e a inevitável lista de obrigações fiscais a cumprir.  A declaração do Imposto de Renda pode ser um desafio tanto para aqueles

Precisa de uma contabilidade que entende do seu negócio ?

Encontrou! clique no botão abaixo e fale conosco!

Recomendado só para você
Há quem sonhe em empreender, mas pensa que abrir uma…
Cresta Posts Box by CP
Back To Top
Modelo 4 Irpf 2024 - Contabilidade em Santa Catarina | Amaral Contabilidade