Controle Orçamentário: O que é e como deve ser feito?

Controle Orçamentário O Que é E Como Deve Ser Feito - Contabilidade em Santa Catarina | Amaral Contabilidade

Compartilhe nas redes!

O controle orçamentário é uma ferramenta da administração financeira que deve fazer parte da rotina de qualquer tipo de organização.

Mas será que você sabe fazer isso de forma eficiente e adequada?

Vamos compreender no artigo de hoje como priorizar o controle orçamentário empresarial e usufruir das vantagens que ele traz para a empresa. Confira e aprenda como utilizá-lo como um diferencial competitivo para alavancar de vez o seu negócio. Boa leitura!

O planejamento estratégico e o controle orçamentário do ponto de vista financeiro

Com a ajuda da administração financeira e de suas ferramentas, é feita uma análise e uma avaliação do fluxo de caixa da empresa visando a estabilidade das finanças e o crescimento saudável do negócio.

Como é flexível, e pode ser utilizado em qualquer empresa, independente do tamanho ou atividade, a administração financeira pode ocorrer de diversas formas. Mas para que ela seja realmente eficiente, é preciso que algumas ferramentas consideradas decisivas sejam usadas no processo. E o controle orçamentário é um deles.

Vejamos mais a seguir sobre ele.

Controle orçamentário empresarial 

Como uma forma de auxílio na compreensão da administração financeira para entender como estão os negócios da organização, o controle orçamentário empresarial utiliza ferramentas para estabelecer metas, definir aonde a empresa quer chegar e como ela fará isso.

O orçamento permite que se monitore, de maneira periódica, como os resultados reais estão em comparação ao que foi projetado. Eles não serão iguais no decorrer do ano, e os prazos podem variar e se adaptar a cada situação.

Outra vantagem do orçamento é que ele permite que se corrija os rumos no meio do caminho. Quando o gestor entende que há algo que não está de acordo com o que foi estabelecido, ele pode tomar ações que façam com que a empresa entre novamente no trilho certo, permitindo que ela alcance os seus objetivos.

É fato que o orçamento deve ser elaborado com base em dados concretos, mas também em previsões, dados de mercado, da econômica e outros que farão parte do processo de análise e tomada de decisão.

Além disso, o orçamento deve contar com a previsão de outras áreas da própria organização. O orçamento de vendas, de produção, de matéria-prima, de custos e despesas, de caixa, os investimentos e os resultados devem ser levados em conta na hora de fazer o controle orçamentário empresarial.

Por que fazer o controle orçamentário?

Já dissemos aqui que hoje, o controle orçamentário é uma das ferramentas mais utilizadas dentro da gestão das grandes empresas, e atualmente essa ferramenta vem sendo cada vez mais explorada pelas empresas devido às vantagens que ela apresenta.

Quando se trata de metas de curto, médio e longo prazo, ele permite que os gestores conheçam de maneira palpável, os reais objetivos da empresa em diferentes momentos, e o orçamento faz com que os tomadores de decisão compreendam se é possível alcançá-los e como isso vai ser feito.

É fato que as empresas que têm um bom controle orçamentário crescem de maneira saudável e inteligente pois elas conseguem direcionar seus recursos para escolhas racionais e que maximizem os resultados de suas decisões.

Vantagens do controle orçamentário 

A maior vantagem do controle orçamentário, como dissemos, é permitir organizar a empresa financeiramente. Mas outra vantagem está relacionada às análises gerenciais e um controle maior de eficiência e racionalização dos recursos que a empresa tem a sua disposição.

Um orçamento, quando é bem elaborado, induz todos os envolvidos no processo orçamentário ao cuidado com as escolhas efetuadas. Ele oferece perspectivas em relação ao futuro da organização e pode ser usado como uma base de desempenho das atividades e dos controles dos envolvidos, fazendo com que assim, a empresa saiba onde errou e onde acertou.

Tipos de orçamento 

Cada empresa tem o seu próprio modelo de gestão, isso é fato, e o orçamento também deve atender as particularidades da organização. Afinal, o que funciona para uma empresa, pode não atender a outra e assim, há situações e contextos que podem exigir uma análise diferente.

Por isso é importante conhecer o potencial de cada tipo de orçamento, para apurar suas informações financeiras.

São eles:

  • Orçamento Estático: formato mais comum nas empresas, e geralmente é elaborado antes do início do ano. Deve ser utilizado como um parâmetro e o que se espera é que a projeção se concretize na prática.
  • Orçamento Flexível: modelo caracterizado pela análise dos resultados gerados em cada setor da empresa. As modificações são feitas e atualizadas de acordo com o que está sendo avaliado, com intervenções pontuais. A atualização neste caso é constante.
  • Rolling Forecast: também conhecido como orçamento contínuo, ele tem sua aplicação voltada para os objetivos da empresa no decorrer dos próximos 12 meses e se caracteriza pela continuidade.
  • Beyond Budgeting: é o modelo de controle orçamentário baseado na descentralização, ou seja, ele é formulado pelo gestor de cada área, voltando-se para a realidade específica de cada uma delas.
  • Orçamento Ajustado (Forecast): esse modelo tem como objetivo avaliar a situação atual da empresa, observando o que foi projetado e o que foi realizado. Assim, o orçamento é revisado constantemente, de acordo com os resultados obtidos.
  • Orçamento Base Zero: esse orçamento considera a situação orçamentária como se a empresa estivesse sendo criada e planejada agora, e ele não se desenvolve considerando resultados anteriores.
  • Controle matricial: é o modelo de controle orçamentário que verifica a estrutura de gastos da empresa por área, chamada de pacote de gastos. Esses segmentos são definidos livremente de acordo com as necessidades da empresa. A responsável é delegada a um gestor indicado para cada unidade de custos e é ele quem vai controlar as despesas para que fiquem dentro dos limites estabelecidos. O acompanhamento é compartilhado.

Como vimos, o controle orçamentário é uma ferramenta complexa e que precisa da integração de diversos departamentos da empresa para sua elaboração.

Essas informações precisam ser extraídas de demonstrativos contábeis e relatórios que possam fornecer uma visão correta e integrada da empresa e do setor.

Neste artigo vimos que o controle orçamentário é uma das ferramentas mais importantes da administração financeira e também foi possível entender que esse controle é essencial para o crescimento saudável, organizado e focado de uma organização.

Amaral Contabilidade

Nossos profissionais se posicionam como apoiadores de sua empresa e a meta é colaborar com o crescimento de empreendedores, superando as expectativas de nossos clientes. Os diferenciais de nosso trabalho são o atendimento personalizado e o comprometimento com os valores dos clientes. Buscamos sempre agilidade e qualidade na entrega de nossos serviços, além de soluções definitivas e específicas à realidade de cada empresa
Então se é de uma contabilidade dessa que você precisa, entre em contato com a Amaral, clicando no botão abaixo! Em breve um de nossos consultores te dará uma resposta!
Whatsapp Amaral Contabilidade - Contabilidade em Santa Catarina | Amaral Contabilidade

Fique por dentro de tudo e não perca nada!

Preencha seu e-mail e receba na integra os próximos posts e conteúdos!

Compartilhe nas redes:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Posts Relacionados

Dctf Tudo Que Sua Empresa Precisa Saber Dessa Declaração - Contabilidade em Santa Catarina | Amaral Contabilidade

DCTF: Tudo que sua empresa precisa saber dessa declaração!

Entender o sistema tributário brasileiro é um desafio para as empresas.  Entre as diversas obrigações, a Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais (DCTF) se destaca como um instrumento importante.  Ela não apenas reflete a transparência fiscal da sua empresa

Voce Precisa Declarar Ganhos Do Mei No Irpf - Contabilidade em Santa Catarina | Amaral Contabilidade

Você precisa declarar ganhos do MEI no IRPF? 

Com o crescimento do empreendedorismo no país, aumenta também a quantidade de pessoas que precisam entender as obrigações fiscais. Elas acompanham esse tipo empresário de ser.  Se você é MEI, pode estar se perguntando: “Preciso declarar meus ganhos no IRPF?”.

Como Aumentar Sua Restituicao - Contabilidade em Santa Catarina | Amaral Contabilidade

Como aumentar sua restituição?

Conseguir uma restituição maior no imposto de renda pode fazer uma diferença significativa no seu orçamento anual. Muitas pessoas veem esse momento com uma mistura de esperança e ansiedade, afinal, quem não gostaria de aumentar o valor da restituição?  Neste

Aprenda A Calcular O Inss Sobre O Pro Labore - Contabilidade em Santa Catarina | Amaral Contabilidade

Aprenda a calcular o INSS sobre o pró-labore

Compreender como calcular o INSS sobre o pró-labore é essencial tanto para os empresários quanto para os profissionais liberais.  Afinal, este cálculo não só garante a conformidade legal da sua empresa como também impacta diretamente na saúde financeira do seu

Precisa de uma contabilidade que entende do seu negócio ?

Encontrou! clique no botão abaixo e fale conosco!

Recomendado só para você
Quando um empreendedor abre uma empresa, lógico que seu objetivo…
Cresta Posts Box by CP
Back To Top
Modelo 4 Irpf 2024 - Contabilidade em Santa Catarina | Amaral Contabilidade