Erros que podem chamar a atenção do fisco para a sua empresa!

Erros Que Podem Chamar A Atencao Do Fisco Para Sua Empresa - Contabilidade em Santa Catarina | Amaral Contabilidade

Compartilhe nas redes!

Com exceção do MEI, a manutenção da escrituração contábil regular é obrigatória para toda entidade, de qualquer setor. E diante de uma legislação complexa como a nossa, que inclusive sofre alterações a todo momento, a gestão contábil é essencial para que as empresas permaneçam em conformidade, evitando que deixem de recolher ou que recolham os tributos indevidamente.

Mesmo assim, muitos erros e inconsistências ainda são detectados pela Receita Federal, e isso pode levar a diversos questionamentos, levar fiscalização para dentro da empresa e fazer com que ela seja autuada. A boa notícia é que com o avanço da tecnologia, o cruzamento de dados em busca de possíveis erros se tornou muito mais possível e sem esse controle, os danos são inevitáveis.

Para que você entenda melhor, hoje separamos um artigo completo te explicando quais são os erros que precisa evitar! Confira abaixo e boa leitura!!

Para Conferir Mais Artigos Como Este - Contabilidade em Santa Catarina | Amaral Contabilidade

Como funciona a fiscalização?

Uma fiscalização pode partir de diversos órgãos, tanto na esfera municipal, quanto na estadual e federal. Cada um desses órgãos deseja ter acesso a um tipo de informação e de impostos, de acordo com seus interesses.

O fisco municipal, por exemplo, cobra e fiscaliza os tributos do município, como o Imposto Sobre Serviços (ISS). Já o fisco estadual sobra e fiscaliza os tributos do estado, como o ICMS (Circulação de Mercadorias e Serviços). Enquanto isso, o fisco federal cobra e fiscaliza os tributos federais, como o Imposto de Renda.

Os processos são iguais, e é importante que o empresário conheça e entenda todos os procedimentos relacionados a essas fiscalizações. Como os dados utilizados pelo Fisco são agregados, é necessário mantê-los claros e objetivos, evitando problemas, e claro, a intimação e até mesmo multas.

Vejamos agora quais são os cinco erros que mais chamam a atenção do fisco e o que você pode fazer para evitá-los:

  • Omissão de receitas

Você omite receitas a partir do momento que começa a não emitir documentos fiscais ou não realiza a escrituração contábil ou fiscal das receitas que a empresa tem. Isso acarreta em redução da base de cálculo dos tributos, e consequentemente a redução do montante a ser recolhido.

O RIR (Regulamento do Imposto sobre a Renda e Proventos de Qualquer Natureza) dispõe que a indicação na escrituração de saldo credor de caixa, a falta de escrituração de pagamentos efetuados ou a manutenção no passivo de obrigações já pagas ou que a exigibilidade não seja comprovada acabam presumindo que as receitas estão sendo omitidas.

  • Transações financeiras incompatíveis

Toda transação que é feita por meio de cartões de crédito e débito é fiscalizada pelo governo.

O “Hal” é um computador do Banco Central que trabalha ininterruptamente, rastreamento e monitorando as transações bancárias de todos os bancos do país. E o que isso significa?

Significa que o Fisco consegue cruzar as receitas que a sua empresa declara com os valores creditados das contas bancárias ou recebidos via cartão de crédito/débito, verificando se os recursos têm origem comprovada, por meio de documentação legal.

  • Entradas e saídas incompatíveis

Esse é o erro mais comum e é um prato cheio para a fiscalização. O Fisco faz um cruzamento com as informações que são declaradas nos arquivos da EFD ICMS/IPI e nas notas fiscais eletrônicas de emissão na empresa e de terceiros e consegue realizar o levantamento quantitativo e financeiro das mercadorias movimentadas pela empresa no período.

Se houver omissão de entrada e saída, itens com saldo negativo ou divergências entre saldos declarados e saldos apurados, isso pode gerar multas altíssimas e afetar muito a saúde financeira da sua empresa, por isso é preciso muito cuidado.

  • Apuração de tributos

É preciso calcular e recolher corretamente todos os impostos, taxas e contribuições devidas de acordo com o regime de tributação da empresa.

O nosso sistema tributário é extremamente complexo e cheio de detalhes, e isso faz com que os departamentos fiscais cometam falhas, como deixar de aproveitar créditos tributários ou aproveitá-los indevidamente, aplicando alíquotas e bases de cálculo equivocadas, ou utilizar classificações fiscais e legislações que não estão atualizadas.

  • Declarações acessórias com erros

Por meio do SPED é possível analisar o cruzamento das informações contábeis e fiscais em tempo real.

Estar em conformidade com as normas contábeis e fiscais é fundamental para ter um negócio sólido e seguro. Se você tiver uma autuação inesperada na sua empresa, todo um planejamento que foi feito até então pode ser prejudicado. A verdade é que falhas fiscais geram grandes impactos financeiros e podem comprometer o seu negócio como um todo, inclusive levar ao fechamento da sua empresa.

Quer Saber Quais Outros Erros Podem Chamar A Atencao Do Fisco - Contabilidade em Santa Catarina | Amaral Contabilidade

Qual a diferença entre intimação e autuação?

As empresas que recebem benefício fiscal tem que estar cientes que podem ser fiscalizadas. E dessa fiscalização, pode surgir uma intimação ou uma autuação fiscal. É preciso conferir se as informações fornecidas em sistemas governamentais estão corretas, pois quando isso não acontece, a empresa fica sujeita a intimação e a autuação.

Vejamos as principais diferenças entre esses dois termos:

Intimação: Também conhecida como notificação, é um procedimento preventivo, adotado para aquelas situações em que algo se apresenta de forma irregular. O Fisco oferece um prazo para que a empresa apresente uma contestação sobre o que foi identificado de errado e se defenda.

Tudo parte do princípio de que a empresa pode ou não estar errada, pois nessa etapa, ainda não foi comprovada a irregularidade e nem houve uma autuação.

Autuação: É o estágio máximo da fiscalização. Nela, a infração foi comprovada dentro do prazo de defesa e com a verificação dos dados. Aqui, a empresa recebe uma multa como penalidade pelo descumprimento.

A empresa pode discordar da infração e pode recorrer a autuação nos âmbitos administrativos e jurídicos, mas são processos burocráticos e que levam tempo. Por isso é preciso evitar tanto a intimação quanto a autuação.

E como evitar problemas com o Fisco?

Para escapar de problemas com o fisco, realize sempre uma auditoria interna periódica, que pode ser feita por uma equipe interna ou com ajuda de profissionais da área. Assim, a integridade da empresa fica mais segura e se recolherão informações relevantes que contribuirão para a melhoria do gerenciamento corporativo.

É importante que seja feito com frequência esse procedimento, considerando que as auditorias feitas em forma de emergência, que são realizadas sob suspeita de erros, fraudes e problemas, são bem mais caras e trabalhosas.

Quer Garantir Uma Contabilidade Fiscal Sem Risco - Contabilidade em Santa Catarina | Amaral Contabilidade

Amaral Contabilidade

Nossos profissionais se posicionam como apoiadores de sua empresa e a meta é colaborar com o crescimento de empreendedores, superando as expectativas de nossos clientes. Os diferenciais de nosso trabalho são o atendimento personalizado e o comprometimento com os valores dos clientes. Buscamos sempre agilidade e qualidade na entrega de nossos serviços, além de soluções definitivas e específicas à realidade de cada empresa
Então se é de uma contabilidade dessa que você precisa, entre em contato com a Amaral, clicando no botão abaixo! Em breve um de nossos consultores te dará uma resposta!
Whatsapp Amaral Contabilidade - Contabilidade em Santa Catarina | Amaral Contabilidade

Fique por dentro de tudo e não perca nada!

Preencha seu e-mail e receba na integra os próximos posts e conteúdos!

Compartilhe nas redes:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Posts Relacionados

Dctf Tudo Que Sua Empresa Precisa Saber Dessa Declaração - Contabilidade em Santa Catarina | Amaral Contabilidade

DCTF: Tudo que sua empresa precisa saber dessa declaração!

Entender o sistema tributário brasileiro é um desafio para as empresas.  Entre as diversas obrigações, a Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais (DCTF) se destaca como um instrumento importante.  Ela não apenas reflete a transparência fiscal da sua empresa

Voce Precisa Declarar Ganhos Do Mei No Irpf - Contabilidade em Santa Catarina | Amaral Contabilidade

Você precisa declarar ganhos do MEI no IRPF? 

Com o crescimento do empreendedorismo no país, aumenta também a quantidade de pessoas que precisam entender as obrigações fiscais. Elas acompanham esse tipo empresário de ser.  Se você é MEI, pode estar se perguntando: “Preciso declarar meus ganhos no IRPF?”.

Como Aumentar Sua Restituicao - Contabilidade em Santa Catarina | Amaral Contabilidade

Como aumentar sua restituição?

Conseguir uma restituição maior no imposto de renda pode fazer uma diferença significativa no seu orçamento anual. Muitas pessoas veem esse momento com uma mistura de esperança e ansiedade, afinal, quem não gostaria de aumentar o valor da restituição?  Neste

Aprenda A Calcular O Inss Sobre O Pro Labore - Contabilidade em Santa Catarina | Amaral Contabilidade

Aprenda a calcular o INSS sobre o pró-labore

Compreender como calcular o INSS sobre o pró-labore é essencial tanto para os empresários quanto para os profissionais liberais.  Afinal, este cálculo não só garante a conformidade legal da sua empresa como também impacta diretamente na saúde financeira do seu

Precisa de uma contabilidade que entende do seu negócio ?

Encontrou! clique no botão abaixo e fale conosco!

Recomendado só para você
Podemos conceituar gestão financeira como um conjunto de procedimentos e…
Cresta Posts Box by CP
Back To Top
Modelo 4 Irpf 2024 - Contabilidade em Santa Catarina | Amaral Contabilidade