Qual é o passo a passo para abrir um MEI?

Qual é O Passo A Passo Para Abrir Um Mei - Contabilidade em Santa Catarina | Amaral Contabilidade

Compartilhe nas redes!

O Microempreendedor Individual (MEI) é uma modalidade de empresa que permite a formalização de pequenos empreendedores, com faturamento anual de até R$ 81 mil, de forma simples e econômica. 

Para quem deseja empreender e formalizar seu negócio, abrir um MEI pode ser uma excelente opção. 

Neste artigo, iremos apresentar um passo a passo completo para ajudá-lo a abrir um MEI e se tornar um empresário formalizado. 

Com esse guia, você poderá entender todo o processo de formalização, desde o registro até as obrigações fiscais e tributárias, tornando-se um MEI de sucesso, pois garantirá a legalidade do seu negócio.

Verifique se você pode se tornar um MEI 

Antes de iniciar o processo de abertura de um MEI, é importante verificar se você atende aos critérios para se tornar um Microempreendedor Individual. 

A modalidade de MEI é para empreendedores que atuam como pessoa física e têm faturamento anual de até R$ 81 mil. 

Além disso, é preciso exercer uma das atividades econômicas que estão na lista do MEI, pois elas estão divididas em várias categorias e subcategorias.

Para verificar se você pode se tornar um MEI, é possível acessar o Portal do Empreendedor e consultar a lista de atividades permitidas, pois nele há condições necessárias para se enquadrar nessa modalidade empresarial. 

Caso você não encontre a atividade econômica desejada na lista, é preciso considerar outras formas de registro empresarial, como Microempresa (ME) ou Empresa de Pequeno Porte (EPP).

É importante verificar se você atende a outras exigências legais, como estar em dia com as obrigações fiscais e tributárias, não ter participação em outra empresa como sócio ou titular, entre outras.

Se você atender aos critérios para se tornar um MEI, poderá iniciar o processo de abertura e formalização do seu negócio, seguindo os passos definidos pelo Portal do Empreendedor e pela legislação vigente. 

Lembre-se que, ao se tornar um MEI, você terá acesso a diversos benefícios e direitos, como aposentadoria, licença-maternidade, auxílio-doença, entre outros.

Acesse o Portal do Empreendedor e cadastre-se

Após verificar que você atende aos critérios para se tornar um MEI, o próximo passo é acessar o Portal do Empreendedor e realizar o seu cadastro. 

O Portal do Empreendedor é um site oficial do governo brasileiro que oferece todas as informações e recursos necessários para a formalização do MEI.

Para se cadastrar, siga os seguintes passos:

  • Acesse o site do Portal do Empreendedor (www.portaldoempreendedor.gov.br) e selecione a opção “Formalize-se”.
  • Informe seu número de CPF e data de nascimento.
  • Preencha o formulário com seus dados pessoais, como nome completo, endereço, telefone e e-mail.
  • Informe as atividades econômicas que você exercerá no negócio e confirme se elas estão entre as atividades permitidas para o MEI.
  • Crie uma senha para acessar o Portal do Empreendedor.

Ao concluir o cadastro, você terá acesso ao Certificado da Condição de Microempreendedor Individual (CCMEI), que é o documento que comprova a sua formalização como MEI. 

O CCMEI se gera automaticamente pelo sistema após a finalização do cadastro e estará disponível para impressão no próprio Portal do Empreendedor.

Lembre-se de que o cadastro no Portal do Empreendedor é gratuito, pois todo o processo de formalização do MEI se conclui pela internet. 

O Portal do Empreendedor é uma ferramenta fácil e intuitiva, pois permite a realização de todas as etapas de formalização e manutenção do MEI.

Escolha o regime tributário e emita o DAS 

Após se cadastrar no Portal do Empreendedor e receber o Certificado da Condição de Microempreendedor Individual (CCMEI), é preciso escolher o regime de tributação adequado ao seu negócio e emitir o Documento de Arrecadação Simplificada (DAS).

O MEI pode optar por um dos seguintes regimes tributários:

Simples Nacional: o MEI que optar pelo Simples Nacional pagará um valor fixo mensal que inclui o Imposto sobre Serviços (ISS), Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e a contribuição previdenciária (INSS). O valor do DAS varia de acordo com a atividade econômica do MEI.

Simei: o MEI que optar pelo Simei pagará apenas a contribuição previdenciária (INSS), que corresponde a um percentual sobre o salário mínimo vigente. O valor da contribuição deve ser atualizar a cada ano.

Para escolher o regime tributário e emitir o DAS, siga os seguintes passos:

  • Acesse o Portal do Empreendedor com seu CPF e senha.
  • Clique na opção “Emitir DAS” e selecione o período de apuração.
  • Escolha o regime tributário que deseja adotar (Simples Nacional ou Simei).
  • Preencha o valor da receita bruta mensal estimada para o seu negócio.
  • Confira as informações e emita o DAS.

Lembre-se de que o pagamento do DAS é obrigatório e deve ser pago até o dia 20 de cada mês. 

Caso o pagamento seja feito após a data de vencimento, será cobrada uma multa e juros de mora. O DAS também pode ser pago antecipadamente, pois pode gerar descontos e benefícios para o MEI.

É importante lembrar que o MEI está isento de outras obrigações tributárias, como a emissão de notas fiscais em algumas situações. 

No Portal do Empreendedor, é possível obter todas as informações sobre as obrigações fiscais e tributárias do MEI, pois isso garante que seu negócio esteja em conformidade com a legislação.

Mantenha sua inscrição atualizada e regularizada com um contador especializado

Para que a inscrição do seu MEI esteja sempre regular e atual, é importante contar com a ajuda de um contador especializado em microempreendedor individual.

Caso seu negócio exija a emissão de notas fiscais, ele poderá ajudá-lo a emitir esses documentos de forma correta, pois é preciso estar em conformidade com a legislação.

O DAS é a principal obrigação fiscal do MEI e se deve pagar mensalmente. O contador poderá ajudá-lo no cálculo do valor do DAS e na emissão desse documento.

Todo MEI deve fazer a declaração anual de faturamento para manter sua inscrição em dia. O contador poderá auxiliá-lo nesse processo, garantindo que todas as informações estejam corretas e em conformidade com a legislação.

A legislação tributária e fiscal pode ser complexa e estar sempre em constante atualização. O contador especializado poderá orientá-lo sobre as principais mudanças na legislação e garantir que seu negócio esteja sempre em conformidade.

Por fim, o contador poderá ajudá-lo no planejamento tributário do seu negócio, buscando alternativas para reduzir a carga tributária e aumentar a rentabilidade.

Você também pode contar com ajuda especializada para outras atividades, como a contratação de funcionários, a elaboração de contratos, pois estará orientado sobre questões trabalhistas e previdenciárias.

Amaral Contabilidade

Nossos profissionais se posicionam como apoiadores de sua empresa e a meta é colaborar com o crescimento de empreendedores, superando as expectativas de nossos clientes. Os diferenciais de nosso trabalho são o atendimento personalizado e o comprometimento com os valores dos clientes. Buscamos sempre agilidade e qualidade na entrega de nossos serviços, além de soluções definitivas e específicas à realidade de cada empresa

Então se é de uma contabilidade dessa que você precisa, entre em contato com a Amaral, clicando no botão abaixo! Em breve um de nossos consultores te dará uma resposta!

Whatsapp Amaral Contabilidade - Contabilidade em Santa Catarina | Amaral Contabilidade

Fique por dentro de tudo e não perca nada!

Preencha seu e-mail e receba na integra os próximos posts e conteúdos!

Compartilhe nas redes:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Posts Relacionados

Receita Saude Tudo Que Voce Precisa Saber Sobre O Novo App Rfb - Contabilidade em Santa Catarina | Amaral Contabilidade

Receita Saúde: Tudo que você precisa saber sobre o app RFB!

A Receita Federal do Brasil (RFB) tem inovado constantemente para oferecer mais facilidades e comodidades aos cidadãos. A mais recente novidade é o lançamento do aplicativo Receita Saúde, uma ferramenta que promete revolucionar a forma como lidamos com nossas obrigações

Investimentos Em Terrenos E Imoveis Quais Cuidados Tomar - Contabilidade em Santa Catarina | Amaral Contabilidade

Investimentos em terrenos e imóveis: Quais cuidados tomar?

Investir em terrenos e imóveis é uma estratégia que atrai muitos investidores devido ao seu potencial de valorização e segurança. No entanto, como qualquer investimento, é essencial tomar certos cuidados para garantir que seu capital esteja protegido e que você

Regimes Tributarios Conheca As Vantagens De Cada Um - Contabilidade em Santa Catarina | Amaral Contabilidade

Regimes tributários: Conheça as vantagens de cada um!

A escolha do regime tributário é uma decisão importante para qualquer empresa, pois impacta diretamente na carga tributária e, consequentemente, na saúde financeira do negócio. No Brasil, os principais regimes tributários são o Simples Nacional, o Lucro Presumido e o

Tributacao Para Clinicas Medicas Entenda Como Funciona - Contabilidade em Santa Catarina | Amaral Contabilidade

Tributação para clínicas médicas: Entenda como funciona

As clínicas médicas, assim como outras empresas, estão sujeitas a diferentes tipos de tributos, como impostos, contribuições e taxas. Esses tributos são os governos federal, estadual e municipal que cobram. Cada um desses tributos tem suas próprias regras e prazos

Precisa de uma contabilidade que entende do seu negócio ?

Encontrou! clique no botão abaixo e fale conosco!

Recomendado só para você
Em 2023, se implementaram diversas mudanças importantes na aposentadoria, afetando…
Cresta Posts Box by CP
Back To Top
Modelo 4 Irpf 2024 - Contabilidade em Santa Catarina | Amaral Contabilidade